Camila Coelho fala sobre sua relação delicada com o pai

0

Camila Coelho usou seu perfil no Instagram para falar sobre um assunto complicado para ela: a relação com seu pai. A influencer, que possui cerca de 8,8 milhões de seguidores na rede social, respondeu a um questionamento de um fã em uma caixa de perguntas aberta por ela nos Stories.

Camila Coelho fala sobre seu pai no Instagram - Reprodução/Instagram

De acordo com ela, ainda não é hora de falar sobre sua história com o pai, já que não se sente no direito de expô-lo. Entretanto, ela também falou sobre perdão, “uma das coisas mais lindas”, segundo Camila.

“Esse sempre foi um assunto muito delicado para mim. Nunca me senti no direito de expor a vida dele. Já tive vontade, sim, de contar a minha história para vocês, mas não me sentia no direito. Mas eu ainda quero contar essa história para vocês, e vou”, relatou.

Ela continuou: “Quero tocar em um assunto muito importante na vida de todos nós, que é o perdão, o ato de perdoar, que é uma das coisas mais lindas que a gente pode fazer”, frisou.

(Foto: Instagram)

Apesar de não tocar em assuntos particulares com frequência, Camila revelou aos seus fãs em fevereiro que sofre de epilepsia desde os nove anos de idade.

“Eu estava brincando com uma amiga e de repente sinto minhas mãos fechando – meus dedos, um por um”, começou ela. “Eu disse a minha amiga: ‘Minhas mãos estão se fechando’. E ela ficou tipo: ‘Pare de brincar, Camila. Eu não acredito em você’. Então me lembro de ter desmaiado”, relembrou.

Camila explicou a sensação que teve quando acordou: “Quando acordei, ouvi minha mãe dizendo: ‘Camila, você está bem? Apenas fale comigo’. Eu queria responder, mas não consegui”, disse ela na ocasião.

Ela também confessou que sua condição tem prejudicado a intenção de engravidar.

“Eu sempre quis ser mãe. Venho de uma família enorme e sonho com a barriga, a amamentação, tudo. Eu sabia que quando chegasse a hora, precisaria planejar (a gravidez) porque tomo remédio. Meu neurologista no Brasil, meu neurologista nos EUA, até meu ginecologista me dizia: ‘Camila, você realmente precisa tomar o remédio, então prepare-se. Limpe seu corpo com o remédio e comece a tentar”, afirmou a blogueira, estilista e empresária, de 31 anos, que reside atualmente nos Estados Unidos.

Camila recebeu a notícia com apreensão. “Eu estava em choque. Ele me disse: ‘Se você não estiver medicada e tiver uma convulsão, poderá perder o bebê. Você pode prejudicar sua saúde. ‘Mas e se meu filho nascer e houver um problema? Eu me sentiria tão culpada. É a decisão mais difícil da minha vida e muito assustadora, mas sei que só preciso ter fé”, finalizou.