Depois de conversar com patroa, Mirtes sai desolada: “Ela disse que não apertou o botão.” Vídeo!

0

Mirtes, a mãe do menino Miguel que foi assassinado enquanto ela passeava com os cachorros de sua patroa Sarí Côrte Real fez questão de ficar na porta da delegacia, para tentar ao menos ouvir um pedido de desculpas da mulher que assassinou o seu filho, mas parece que nem humildade para isso aconteceu, e ela saiu ainda mais revoltada e desolada com toda essa situação.

(Foto: Reprodução)

Sara pediu para que a delegacia abrisse 2 horas antes do seu horário normal de expediente, o motivo ninguém sabe, mas todo mundo sabia que hoje seria o dia de seu depoimento, e acredita-se que ela não queria ser vista e nem incomodada por pessoas que talvez pudessem estar no local.

Mirtes foi até a porta da delegacia e ficou esperando na saída para ter uma conversa com ela, mas parece que voltou ainda mais desamparada com a falta de justiça desse país, confira seu depoimento.

“Minha ex patroa é um MONSTRO!” disse ela, desamparada mas recebendo o apoio popular “Ela não demonstrou arrependimento nenhum. Ela é um monstro, uma pessoa fria e calculista” disse Mirtes.

“Ela não me pediu desculpas. Disse que eu não tinha obrigação nenhuma de cuidar dos filhos dela. Ela deixou o menino, ela apertou o botão [do elevador], não tem como ela negar isso. Ela só tem que pagar pelo que ela fez. Se fosse filho dela, ela não teria feito isso” contou.

Ela ainda disse que sua ex patroa foi tão fria que nem ao menos foi capaz de dar um pedido de desculpas diante de tal situação.

A avó do menino Miguel também se manifestou sobre o caso e disse com um tom muito triste “Dinheiro fala muito mais alto, tanto é que a delegacia abriu mais cedo para ela”, lamentou.

Brasil, um país onde manda quem tem dinheiro, e obedece quem tem juízo.

Queremos JUSTIÇA POR MIGUEL!