É oficial: corpo encontrado em lago é de Naya Rivera; policia dá detalhes de como encontrou o corpo

0

A polícia confirmou que o corpo encontrado no lago nesta segunda-feira, 13, é mesmo de Naya Riveira.

A polícia deu detalhes sobre a recuperação do corpo da atriz de Glee de 33 anos de idade que desapareceu durante um passeio de barco no Lago Piru, nos Estados Unidos. Em entrevista ao Los Angeles Times, o capitão Eric Buschow afirmou que uma equipe encontrou o corpo logo ao amanhecer desta segunda-feira (13).

“Essa é uma área na qual estávamos procurando porque é onde ela foi vista pela última vez na água. Há paredes [de pedra] íngrimes em torno do lago naquele local. Não sei qual a profundidade que ela foi encontrada, estamos esperando mais detalhes. Tínhamos um barco no lago com mergulhadores hoje de manhã e eles descobriram o corpo boiando. Notificamos a família e os legistas. O corpo vai ser examinado para uma autópsia. Vamos fazer uma coletiva de imprensa à tarde. Com sorte teremos mais informações”, disse o capitão (assista abaixo).

Questionado sobre a família de Naya, Buschow se mostrou solidário. “Isso é duro para todo mundo envolvido, estamos todos muito comprometidos em algo como isso. Nosso trabalho é salvar pessoas. É complicado para todos. Não consigo imaginar o que eles estão passando. É uma tragédia. Uma montanha-russa de emoções. Descobrir que ela está desaparecida e aguardando dia por dia. Esperamos dar um desfecho para a família. É um período complicado para eles”, respondeu.

Desaparecimento

Naya desapareceu durante um passeio de barco com o filho de 4 anos, Josey, na quarta-feira (8). Ele foi encontrado dormindo sozinho na embarcação, cerca de quatro horas após a atriz alugá-la em uma empresa da região. Josey estava de colete salva-vidas, mas o de Naya estava no barco, assim como os pertences pessoais dela.

As buscas pela atriz mobilizaram cerca de 100 pessoas, incluindo reforços de outros condados como Tulare, San Luis Obispo e Los Angeles. Helicópteros, drones, veículos ATV (para terrenos difíceis), barcos e sonares foram usados pela equipe – na quinta-feira (9), a operação deixou de ser de resgate de uma pessoa viva para recuperação do corpo de Naya porque a polícia acreditava que ela tinha morrido afogada.