Em entrevista, Arthur Aguiar lamenta sua atitude com Mayra Cardi e desabafa: “Não namoraria comigo mesmo”

0

Depois de ter visto a sua vida ser transformada em um julgamento público, Arthur Aguiar resolveu se manifestar mais uma vez, mas dessa vez, ele deu uma entrevista para um das pessoas responsáveis por toda a repercussão de sua vida pessoal: Leo Dias.

Para quem não está por dentro, a ex-esposa Mayra Cardi revelou, em entrevista para o jornalista, que Arthur teve 16 amantes em pouco mais de dois anos de casamento.

Bastante sincero, Arthur contou que fez um vídeo para a filha Sophia, para que ela assista quando crescer, reconheceu seus erros, pediu desculpas, disse que está fazendo terapia, que não consegue sair de casa, pois está profundamente abalado, e também não namoraria com ele mesmo.

Arthur Aguiar começou explicando que demorou para se pronunciar porque imagina que dificilmente vão acreditar no que ele diz. “Meu sentimento é de que, não importa o que eu fale, não vai ser verdade, as pessoas não vão ver isso como uma verdade. E isso é uma coisa que me magoa muito, me deixa muito mexido. Porque, sim, eu errei muito”, declarou.

Nas últimas semanas, o ator, que sempre foi reservado, viu sua vida exposta e passou a ser muito atacado nas redes sociais. Toda essa repercussão fez ele repensar nas suas atitudes: “A maior lição, em primeiro lugar, é nunca mais me trair. Porque acho que, quando eu traio uma outra pessoa, eu já me traí. Qual foi meu propósito? Qual foi minha vontade de estar ali com aquela pessoa? Você está com alguém por algum motivo, porque você quer estar com alguém. Ninguém te obrigou a estar com aquela pessoa”.

Ele ainda acrescentou: “A partir do momento em que eu traio outra pessoa, a primeira pessoa que eu traí fui eu. Então, acho que a primeira lição é não me trair. Depois, não trair o outro. Porque eu acho que, se eu não me trair, não vou trair o outro. Nunca mais fazer uma pessoa sofrer por minha causa. Acho que, de fato, ninguém merece ser traído. Inclusive, eu já gravei um vídeo para minha filha [para ela ver daqui uns anos]. Porque, querendo ou não, o que eu fiz mudou o curso da história dela. É só pra ela ver. Eu me senti nessa vontade. Nessa obrigação de fazer isso com ela”.

Com toda essa confusão, Arthur decidiu procurar ajuda profissional para ajudar nesse processo. “Me considero uma pessoa em processo [de amadurecimento], com muita vontade de fazer diferente por mim. Eu não quero mais isso na minha vida, eu não quero mais essa energia. É uma energia horrível”, falou. “Você não sabe nem como começa. Depois, você vai entrando em um círculo vicioso de desequilíbrio total”, acrescentou.

Confira: