Paulo Coelho, ex filiado do Partido Comunista, presenteia sua esposa com carro de R$450 mil e é detonado por internautas

0

O escritor Paulo Coelho, que hoje vive na Suíça, compartilhou em suas redes sociais um presente que deu para sua mulher Christina Oticica, mas foi duramente criticado por pessoas de direita, que o chamaram de hipócrita pelo fato de que no passado, ele era filiado do Partido Comunista.

(Foto: Reprodução)

A artista plástica amou o seu presente, que é nada mais do que um Jaguar F-Type Roadster vermelho, e esse presente foi uma comemoração aos seus 40 anos de união estável.

Em suas fotos nas redes sociais, o escritor compartilhou a foto do veículo já com a sua mulher dentro dele, aproveitando seu presente e visivelmente muito feliz com a comemoração.

(Foto: Reprodução-Twitter)

Alguns internautas de direita, que discordavam da ideia do escritor se revoltaram e começaram os ataques com comentários em sua publicação: “E vem cagar regras socialistas para a população brasileira. Além de péssimo escritor, é hipócrita” disse um usuário.

Brasilian writer Paulo Coelho photographed in the building where he lives in Geneva, Switzerland. CREDIT: Niels Ackermann / Rezo.ch for The Wall Street Journal

O escritor, que foi filiado do Partido Comunista Brasileiro Revolucionário (PCBR) no ano de 1970 não deixou barato todos os ataques, e acabou tirando sarro da situação e dos internautas que faziam comentários maldosos tentando menosprezar o seu ato: “Tive um upgrade: de ‘comunista de iPhone’ para ‘comunista de Jaguar’” disse Paulo Coelho, em tom de deboche aos comentários que estavam fazendo.